Como é a acessibilidade em Gramado?

Já é sabido que somos um dos principais roteiros turísticos do Brasil, e também da América Latina, recebendo mais de 6 milhões de visitantes todos os anos – somente neste período que acabou de encerrar, o Natal Luz, são mais de 2 milhões de pessoas que escolhem Gramado como destino – seja para passeio em família, lua de mel, trabalho ou reunião com amigos.

Por recebermos tantos e tantos visitantes, é preciso estarmos preparados para os mais distintos grupos possíveis – crianças, adolescentes, deficientes físicos e mentais, idosos, enfim, todos são muito bem vindos e encontram aqui em Gramado tudo que é necessário para transformar esse momento em algo inesquecível.

Foto: Karen Pinheiro

A acessibilidade é item obrigatório, tanto nas vias públicas quanto privadas. Desde a rampa de acesso, vagas de estacionamento, corrimão, escadas com anti derrapante, piso com marcações para deficientes visuais, enfim, tudo que faz a diferença pra quem necessita de um cuidado a mais durante seus passeios. Nosso dever, como cidade e cidadãos, é garantir a mobilidade de forma concisa, fazendo com que estes visitantes possam usufruir de tudo que quiserem por aqui.

Nossas calçadas, nossas vias, nossos pontos turísticos, nossos atrativos, enfim, tudo está de acordo com a lei nacional. Aqui em Gramado todos se sentem em casa, essa é uma frase que constantemente falamos aqui no blog e estamos demonstrando semanalmente o por quê de tamanho orgulho.

Foto: Paula Cristina Scheid

Por isso, fique tranquilo ao escolher Gramado como destino – independente do período. É preciso dizer que sim, a alta movimentação pode te preocupar, dependendo de qual sua limitação. Em nossa alta temporada, que acontece de julho a agosto e de novembro a dezembro, a cidade fica completamente lotada – as calçadas estão cheias, as vias mais congestionadas e os passeios repletos de visitantes.

Portanto, se o movimento é algo que pode, de uma forma ou outra, atrapalhar seus planos por aqui é simples – curta os meses de baixa temporada, onde tudo flui mais normalmente e até os preços caem, visite Gramado em janeiro, fevereiro, maio e setembro.